segunda-feira, 31 de agosto de 2009

WRC: Definido motores para os WRC 2011


Em recente reunião, os construtores decidiram prosseguir com a regra dos motores 1.6 litros turbo para o WRC a partir de 2011.O Conselho Mundial da FIA decidiu que a partir do início de 2011os novos World Rally Car serão baseados nos Super 2000. A partir de Janeiro de 2010, os Super 2000 poderão ficar mais largos, e em Janeiro de 2011, os novos Super 2000 só serão homologados caso tenham motores 1.6 turbo. As regras do WRC referem que a partir do início de 2011. Os atuais carros do WRC irão para a atual classe N4. Sendo assim, os construtores podem colocar carros de três formatos distintos:

1 - Os atuais Super 2000 (motor 2 litros aspirado)
2 - Regras de 2011 dos World Rally Car Super 2000 (1.6 litros turbo alimentado)
3 - Carros normais do Grupo N.

Não há conhecimento de que serão autorizadas modificações aos carros equipados com motor 1.6 litros turbo, e que regras de equivalência de performance serão introduzidas.

Pilotoons- Gp da Belgica

Charge feita por Bruno Mantovani. Quer conferir mais o trabalho dele acesse seu o blog http://mantovani.zip.net/.

F1: Quem assumira o cockpit do cavalinho rampante? Badoer sobre sua substituição: “Seria um absurdo”, enquanto Ferrari decidira substituto após exame


O piloto Luca Badoer declarou nesta segunda-feira que seria um absurdo por parte da Ferrari a sua substituição antes do GP da Itália, no próximo dia 13. “Seria um absurdo e ficaria muito desapontado se fosse substituído, porque sinto que em Monza terei a evolução que preciso. Monza, Mugello e Fiorano são os circuitos em que pilotei por grande parte da minha vida", declarou o piloto. "Posso dizer após duas corridas que tenho muito a melhorar e aprender. Para mim, seria uma pena interromper isso agora. Estar em um circuito onde sou capaz de dirigir até com os olhos fechados com certeza me dará um bom resultado. Se eu tivesse que estabelecer um prazo final, talvez fosse após Monza”, encerrou.

O que se sabe oficialmente é que a Scuderia vai esperar pelo exame que irá ser feito a Felipe Massa em Miami, antes de anunciar os seus planos para o GP de Itália. Nesse exame, os responsáveis da equipe italiana vão ficar a saber com mais precisão o tempo que o brasileiro poderá passar em recuperação, e as decisões só serão tomadas mediante ao resultado. Giancarlo Fisichella foi um dos nomes que mais cotados depois da exibição em Spa, mas com a imposição Badoer o desfecho esta longe de acabar.

Conversando com a rede espanhola La Sexta Marc Gene disse novamente que espera ficar com a vaga."Estou pronto caso eles me queiram, mas há 20 pilotos possíveis para Monza, e Fernando é um deles se você levar em conta os rumores do paddock".

No entanto, Gene admitiu que o chefe de Alonso na Renault Flavio Briatore, teria classificado a sugestão como "impossível". Já os jornais italianos La Repubblica e Il Giornale alegam que Alonso será confirmado como companheiro de Kimi Raikkonen para Monza já na terça-feira. Mas o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, respondeu: "Absolutamente não". E de acordo com o Corriere dello Sport, Briatore acrescentou: "Os rumores não fazem sentido. É algo que não pode acontecer".

ARRANCADA: 2° Festival de Arrancada de Paranaguá PR


Acontece no próximo final de semana, 5 e 6 setembro, o 2º Festival de Arrancada de Paranaguá PR , na pista de 201m . Mais informações no site http://www.acp-paranagua.com.br/

Valores das Inscrições: Categorias DES Aspirado e DES Turbo - R$ 80,00 (credencial apenas para o piloto). Demais categorias R$ 150,00 (1a. inscrição do piloto), R$ 50,00 para a segunda inscrição e R$ 50,00 também para a terceira inscrição. A 1a. inscrição dá direito a credencial do piloto + 02 unidades. A segunda e terceira inscrição não acompanha credenciamento.

Premiação: A premiação será de troféu até o 5o. Lugar, porém os primeiros lugares ganharão uma passagem aérea da Cia AZUL, exceto para as DES, para qualquer lugar do Brasil que a empresa opere. Agradecimento especial ao PEPE Locutor que nos presenteou com este patrocínio e está nos ajudando para que o evento seja um sucesso.

Melhor Reação: o piloto que executar a melhor reação também será agraciado com uma passagem aérea AZUL !


Sexta-Feira 04 de Setembro : Montagem do Evento - chegada dos Veículos competidores.

Sábado 05 de Setembro : das 08:00 h às 11:30 - treinos livres; das 13:00 h às 18:00 h - duas baterias oficiais.

Domingo 06 de Setembro : das 08:00 h às 11:00 - treinos livres; das 12:45 h às 17:30 h - três baterias oficiais. das 17:30 h em diante, Show de Manobras e Premiação

Cronogama : pode ser alterado previamente em decorrência do volume de inscritos

Cronograma de Prova.

Sábado:

09h00min às 12h00min – Inscrições

09h00min às 12h00min – Vistoria Técnica

09h00min às 12h00min – Treinos Livres

13h00min – Briefing

13h30min – Inicio das Largadas Válidas (2)

17h00min – Show de Manobras

17h30min – Divulgação de Resultados de Sábado (Parcial) – Cronometragem

Domingo:

09h00min às 11h00min – Inscrições

09h00min às 11h00min – Vistoria Técnica

09h00min às 10h45min – Treinos Livres

11h00min – Inicio da 3ª Largada Válida

13h30min – Inicio da 4ª e na seqüência a 5ª Largada

17h00min – Show de Manobras

17h30min – Divulgação de Resultados e Pódio (Premiação)

Ordem de Largada

1. DESAFIO TURBO

2. STREET TRAÇÃO DIANTEIRA

3. DESAFIO ASPIRADO

4. TURBO – C

5. STREET TRAÇÃO TRASEIRA

6. TURBO – B

7. STREET TURBO TRAÇÃO TRASEIRA

8. TURBO – A

9. FORÇA LIVRE TRAÇÃO TRASEIRA

10. FORÇA LIVRE TRAÇÃO DIANTEIRA

11. ESTRUTURADA

ALMS: Último no grid, Melo termina em 2º e diminui vantagem dos líderes da American Le Mans


Brasileiro mantém chances matemáticas de conquista do segundo título na classe GT2 e foca o trabalho na disputa da Petit Le Mans.

Jaime Melo deixou o Mosport International Raceway na noite de domingo (30) extremamente satisfeito com o resultado do fim de semana de trabalho pela Risi Competizione na American Le Mans Series. O piloto brasileiro e seu parceiro alemão Pierre Kaffer conquistaram o segundo lugar da classe GT2 na oitava etapa e reduziram sua desvantagem em relação ao alemão Jörg Bergmeister e o norte-americano Patrick Long, lideres, que ficaram em quinto.

O último lugar no grid, decorrência de um acidente nos treinos livres que impediu Melo de participar da tomada de tempos classificatória, lançou-o a uma estratégia agressiva no primeiro turno de pilotagem. “Eu sabia que tinha, para esta pista, um carro bem competitivo. A nossa chance seria partir para cima no início e foi o que fizemos”, disse Melo, que aos 35 minutos de corrida já ocupava a vice-liderança, pressionando o líder dinamarquês Jan Magnussen.

Quando a corrida completou a primeira hora, o acidente com o carro de Chris Dyson levou o safety car à pista. Sob bandeira amarela, a Risi alterou sua estratégia de corrida e chamou Melo aos boxes para reabastecer a Ferrari número 62. Kaffer assumiu o comando e foi devolvido à pista como líder. À relargada, o alemão caiu para terceiro, mas recuperou-se e terminou em segundo, a 0s331 do carro de Magnussen e do norte-americano Johnny O’Connell.

“Nosso carro não era tão bom nas retas quanto a Corvette. Tanto o Pierre quanto eu estivemos em condição de tentar a liderança, mas essa diferença, que era de uns 10 km/h, impediu a ultrapassagem. De qualquer forma, foi um ótimo resultado para a equipe, todos saem daqui com a sensação do dever cumprido”, disse Melo, campeão da ALMS em 2007. “Isso aumenta a motivação de todos na equipe para as duas últimas corridas do campeonato”.

No campeonato, Melo e Kaffer, na vice-liderança, foram a 108 pontos. Os líderes Long e Bergmeister somam 138. “Ainda existe uma ponta de esperança no campeonato, mas a situação está difícil para nós. Para o título, precisamos vencer as duas últimas corridas e contar com problemas da dupla da Porsche”, comentou o brasileiro. “Vamos focar o trabalho em uma prova por vez. Nossas chances na Petit Le Mans são boas”, acrescentou.

A Petit Le Mans, nona e penúltima corrida do calendário, está marcada para 27 de setembro na pista de Braselton, na Geórgia. A corrida tem percurso de mil milhas e aproximadamente 10 horas de duração. Neste ano, Melo tem obtido sucesso em provas longas. Com a Risi, venceu as 12 Horas de Sebring e as 24 Horas de Le Mans. Pela AF Corse, sua equipe na Europa, conquistou uma vitória inédita nas 24 Horas de Spa-Francorchamps.

Arrancada: Amazonas Dragway






As obras da Amazonas Dragway seguem a todo vapor! A reta para aceleração, com distância de 402 metros, já está quase pronta. Nesse momento estão sendo construídas a torre de cronometragem, sistema de iluminação, área de vistoria, muros de proteção da pista, área de burnout e os primeiros 60 pés da reta que serão de concreto, assim como infra-estrutura para o público, como banheiros, gramados, vias de acesso e estacionamento. O sistema de cronometragem, da Produpark, já está no local e em breve será instalado. Dentro de mais 20 dias chegarão os tambores de LC6 track adhesive da VP fuel (adesivo de pista, vulgo "vht") para o tratamento da pista. O website da pista ja está em funcionamento, e os visitantes já podem esclarecer qualquer dúvida, bem como acompanhar o andamento das obras. Visite http://www.amazonasdragway.com.br/. A primeira prova da Amazonas Dragway está prevista para os dias 10 e 11 de outubro de 2009!















125cc,250 e MOTOGP: Espargaró, Simoncelli e Lorenzo

125cc

A corrida das 125cc em Indianapolis, foi disputada até a última volta e acabou terminando com Pol Espargaró (Derbi Racing Team) conquistando a primeira vitória num Grande Prêmio. O jovem espanhol de 18 anos se defendeu dos seus rivais na última volta para vencer com uma vantagem de 0,120s sobre Bradley Smith (Bancaja Aspar).Simone Corsi (Fontana Racing) terminou em terceiro, a três décimos de segundo de Smith, garantindo assim o segundo pódio da temporada. O quinteto da frente cruzou a linha de chegada com apenas 1,8s de intervalo, com Nico Terol (Jack & Jones Team) em quarto e o líder do Campeonato Julián Simón (Bancaja Aspar) em quinto.

Classificação da prova:
1 Pol ESPARGARO SPA Derbi Racing Team DERBI 42'07.925
2 Bradley SMITH GBR Bancaja Aspar Team 125cc APRILIA 42'08.045
3 Simone CORSI ITA Fontana Racing APRILIA 42'08.373
4 Nicolas TEROL SPA Jack & Jones Team APRILIA 42'09.538
5 Julian SIMON SPA Bancaja Aspar Team 125cc APRILIA 42'09.726
6 Marc MARQUEZ SPA Red Bull KTM Moto Sport KTM 42'27.270
7 Stefan BRADL GER Viessmann Kiefer Racing APRILIA 42'27.283
8 Joan OLIVE SPA Derbi Racing Team DERBI 42'33.536
9 Takaaki NAKAGAMI JPN Ongetta Team I.S.P.A. APRILIA 42'37.165
10 Dominique AEGERTER SWI Ajo Interwetten DERBI 42'37.632
11 Danny WEBB GBR Degraaf Grand Prix APRILIA 42'38.389
12 Jonas FOLGER GER Ongetta Team I.S.P.A. APRILIA 42'52.385
13 Luis SALOM SPA Jack & Jones Team APRILIA 42'52.474
14 Tomoyoshi KOYAMA JPN Loncin Racing LONCIN 42'53.253
15 Sergio GADEA SPA Bancaja Aspar Team 125cc APRILIA 42'53.360
16 Michael RANSEDER AUT CBC Corse APRILIA 42'53.404
17 Lorenzo ZANETTI ITA Ongetta Team I.S.P.A. APRILIA 42'53.923
18 Sandro CORTESE GER Ajo Interwetten DERBI 43'01.716
19 Cameron BEAUBIER USA Red Bull KTM Moto Sport KTM 43'09.104
20 Esteve RABAT SPA Blusens Aprilia APRILIA 43'10.739
21 Efren VAZQUEZ SPA Derbi Racing Team DERBI 43'22.816
22 Lukas SEMBERA CZE Matteoni Racing APRILIA 43'24.245
23 Johann ZARCO FRA WTR San Marino Team APRILIA 43'39.143
24 Luca MARCONI ITA CBC Corse APRILIA 43'39.494
25 Luca VITALI ITA CBC Corse APRILIA 43'59.199
Não terminaram:
Andrea IANNONE ITA Ongetta Team I.S.P.A. APRILIA 36'58.465
Randy KRUMMENACHE SWI Degraaf Grand Prix APRILIA 31'48.399
Scott REDDING GBR Blusens Aprilia APRILIA 21'50.534
Alexis MASBOU FRA Loncin Racing LONCIN 13'33.656
Ben YOUNG USA Veloce Racing APRILIA 6'01.641
Lorenzo SAVADORI ITA Fontana Racing APRILIA 6'37.013
Miles THORNTON USA Veloce Racing APRILIA 2'05.888

250cc
No ano passado o cancelamento na prova das 250cc em Indianapolis foi devido ao mau tempo, e a chegada da nova categoria da Moto2 na próxima temporada, esta acabou por ser a primeira e última corrida das 250cc em Indianápolis, O Campeão do Mundo Marco Simocelli (Metis Gilera) fez a quarta vitória de 2009, e voltar a sonhar com o título, depois de cruzar a linha da chegada em primeiro lugar, dois segundos à frente do atual líder do certame, Hiroshi Aoyama (Scot Racing Team). Álvaro Bautista (Mapfre Aspar Team foi o terceiro.
Classificação da prova:
1 Marco SIMONCELLI ITA Metis Gilera GILERA 45'43.599
2 Hiroshi AOYAMA JPN Scot Racing Team 250cc HONDA 45'45.542
3 Alvaro BAUTISTA SPA Mapfre Aspar Team APRILIA 45'48.260
4 Mike DI MEGLIO FRA Mapfre Aspar Team 250cc APRILIA 45'56.375
5 Roberto LOCATELLI ITA Metis Gilera GILERA 45'59.074
6 Hector BARBERA SPA Pepe World Team APRILIA 46'03.070
7 Lukas PESEK CZE Auto Kelly - CP APRILIA 46'06.281
8 Hector FAUBEL SPA Honda SAG HONDA 46'16.408
9 Thomas LUTHI SWI Emmi - Caffe Latte APRILIA 46'32.920
10 Karel ABRAHAM CZE Cardion AB Motoracing APRILIA 46'33.444
11 Raffaele DE ROSA ITA Scot Racing Team 250cc HONDA 46'37.166
12 Alex BALDOLINI ITA WTR San Marino Team APRILIA 47'13.316
13 Valentin DEBISE FRA CIP Moto - GP250 HONDA 47'21.436
14 Axel PONS SPA Pepe World Team APRILIA 47'30.271
15 Vladimir LEONOV RUS Viessmann Kiefer Racing APRILIA 47'30.420
16 Balazs NEMETH HUN Balatonring Team APRILIA 46'09.367
17 Imre TOTH HUN Team Toth Aprilia APRILIA 46'38.325
18 Barrett LONG USA Longevity Racing YAMAHA 47'03.849
19 Adam ROBERTS CAN Rat Racing YAMAHA 47'04.092
Não terminaram:
AIROT THA Thai Honda PTT SAG HONDA 40'49.351
Alex DEBON SPA Aeropuerto-Castello-Blusens APRILIA 32'03.283
Jules CLUZEL FRA Matteoni Racing APRILIA 12'26.371
Mattia PASINI ITA Team Toth Aprilia APRILIA 10'59.646
Bastien CHESAUX SWI Racing Team Germany HONDA

Moto GP:

Jorge Lorenzo vence em Indianápolis e faz uma reviravolta no campeonato com a queda de Valentino Rossi. O italianoi, que tinha 50 pontos de vantagem para seu companheiro de Yamaha, Jorge Lorenzo. No entanto, tudo mudou (EUA), quando o italiano foi para o chão e o espanhol obteve a sua terceira vitória na temporada.

Dani Pedrosa largou muito bem e se manteve em primeiro, seguido por Rossi e Lorenzo. O espanhol era seguido de perto pelas Yamahas mas acabou caindo sozinho na quarta volta, mas conseguiu retornar sem danos na moto. Assim Valentino Rossi passou para primeiro, até ser ultrapassado pelo companheiro de equipe, no começo da nona volta.

No entanto, atual campeão caiu na décima volta, conseguiu voltar mas acabou parando nos boxes logo em seguida. Asism Jorge Lorenzo ficou sem ninguém para duelar e teve uma prova sem dificuldades conquistando a vitória. "Estou muito feliz, mas também um pouco triste por ter sofrido tantos acidentes neste ano, sem isso eu estaria muito melhor. Mas tudo bem, se você quer ser campeão tem que passar por esse tipo de situação. Desta vez, foram Vale e Dani (Pedrosa) que caíram, e lamento por eles. Estou feliz porque é a primeira vez que me sinto tão bem na moto, poderia ter sido até mais rápido se o Valentino não caísse", comentou Lorenzo.
"No começo da corrida eu lutei um pouco para acompanhar o ritmo do Dani e do Valentino, mas depois de um par de voltas ficou mais fácil. Antes da ultrapassagem sobre o Valentino, senti que ele ficou um pouco mais lento, não sei bem o motivo, e por isso fui para a frente", completou o espanhol, que agora está apenas 25 pontos atrás de Rossi.

Quem levou a segunda posição foi Alex de Angelis (Gresini Honda), que terminou cerca de 10s atrás do líder Nicky Hayden (Ducati), piloto da casa, resistiu à forte pressão nas voltas finais de Andrea Dovizioso (Honda) e completou o pódio.
Dani Pedrosa fez uma prova de recuperação que rendeu a ele o décimo lugar, superando Chris Vermeulen (Suzuki) na linha de chegada.

A 13ª etapa da MotoGP acontece no próximo domingo, dia 6 de setembro, em Misano (San Marino).

Classificação da prova:

1 Jorge LORENZO SPA Fiat Yamaha Team YAMAHA 47'13.592
2 Alex DE ANGELIS RSM San Carlo Honda Gresini HONDA 47'23.027
3 Nicky HAYDEN USA Ducati Team DUCATI 47'26.539
4 Andrea DOVIZIOSO ITA Repsol Honda Team HONDA 47'27.070
5 Colin EDWARDS USA Monster Yamaha Tech 3 YAMAHA 47'39.846
6 James TOSELAND GBR Monster Yamaha Tech 3 YAMAHA 47'46.000
7 Loris CAPIROSSI ITA Rizla Suzuki MotoGP SUZUKI 47'47.992
8 Mika KALLIO FIN Ducati Team DUCATI 47'48.448
9 Toni ELIAS SPA San Carlo Honda Gresini HONDA 47'58.597
10 Dani PEDROSA SPA Repsol Honda Team HONDA 47'58.969
11 Chris VERMEULEN AUS Rizla Suzuki MotoGP SUZUKI 47'59.070
12 Randy DE PUNIET FRA LCR Honda MotoGP HONDA 48'05.886
13 Aleix ESPARGARO SPA Pramac Racing DUCATI 48'17.144
14 Gabor TALMACSI HUN Scot Racing Team MotoGP HONDA 48'28.678
Não terminaram:
Marco MELANDRI ITA Hayate Racing Team KAWASAKI 42'36.675
Niccolo CANEPA ITA Pramac Racing DUCATI 39'29.440
Valentino ROSSI ITA Fiat Yamaha Team YAMAHA 21'16.362
OS 10 primeiros no campeonato

MotoGP:
1. Valentino Rossi - Yamaha, 212 pontos
2. Jorge Lorenzo - Yamaha, 187
3. Casey Stoner - Ducati, 150
4. Daniel Pedrosa - HRC, 141
5. Colin Edwards - Tech 3 Yamaha, 123
6. Andrea Dovizioso - HRC, 120
7. Alex de Angelis - Gresini Honda, 88
8. Loris Capirossi - Suzuki, 86
9. Randy de Puniet - LCR Honda, 84
10. Marco Melandri - Hayate Kawasaki, 79

250cc:
1. Hiroshi Aoyama, 192 pontos
2. Álvaro Bautista, 176
3. Marco Simoncelli, 165
4. Hector Barberá, 133
5. Mattia Pasini, 100
6. Rafaelle de Rosa, 82
7. Hector Faubel, 79
8. Roberto Locatelli, 78
9. Thomas Luthi, 74
10. Alex Debón, 73

125cc:
1. Julian Simon, 185 pontos
2. Nicolas Terol, 132,5
3. Bradley Smith, 131,5
4. Sergio Gadea, 112
5. Andrea Iannone, 109,5
6. Pol Espargaro, 104,5
7. Marc Marquez, 74
8. Sandro Cortese, 65
9. Jonas Folger, 62
10. Stefan Bradl, 62

F-INDY LIGHTS: Bia termina em 14° lugar na Chicagoland 100


Ana Beatriz Bia (Healthy Choice / Bardahl) não concluiu a prova Chicagoland 100, válida pela 14ª etapa do campeonato da Firestone Indy Lights, disputada neste sábado, 29 de agosto, no circuito oval Chicagoland Speedway, e terminou na 14ª posição.

Com problemas na bomba de combustível do seu carro durante o treino de classificação que a impediram de fazer suas voltas rápidas, ela largou da 15ª e penúltima posição do grid e vinha em uma excelente prova de recuperação.

A piloto da Sam Schmidt Motorsports realizou uma série de ultrapassagens a partir da primeira das 67 voltas pelo circuito oval de 1,5 milha, até que, na volta 31, seu carro foi tocado na traseira pelo carro de Mike Potekhen, que havia acabado de ultrapassar para ocupar o sexto lugar, e ela bateu no muro de traseira.

Em uma movimentada corrida com muitas disputas na frente e no pelotão intermediário, Bia avançou até a quinta posição e havia reconquistado a sexta, quando aconteceu o toque. Antes, logo no início, teve que ir aos pits para trocar os pneus, depois de rodar ao desviar do carro de Pippa Mann que havia rodado e estava atravessado na pista.

“Era um fim de semana promissor, fomos bem no primeiro treino e poderíamos brigar pela pole. Largando na frente é outra história. Mesmo assim, a corrida foi muito boa enquanto durou”, conclui Ana Beatriz Bia, que se manteve brigando por posições no pelotão dianteiro até deixar a prova.

A 15ª e última etapa do campeonato da Firestone Indy Lights 2009 será disputada no circuito oval Miami Speedway, em Homestead, em 9 de outubro, uma sexta-feira.

F-INDY LIGHTS: Quebra de motor tira Mário Romancini da etapa em Chicago


Piloto brasileiro já se destacava na corrida quando teve de abandonar. Prova foi disputada no final da tarde deste sábado nos Estados Unidos

A penúltima etapa da Fórmula Indy Lights 2009 foi disputada na tarde deste sábado (29) – já noite no Brasil – em Chicago nos Estados Unidos. Mas para o brasileiro Mário Romancini, piloto que disputa sua primeira temporada no automobilismo norte-americano, a corrida terminou ainda na quarta volta. Terceiro mais rápido nos treinos livres e 10º colocado no grid de largada, Romancini começava a se destacar na prova quando teve de abandonar por causa de um motor estourado.

"Um resultado frustrante”, lamentou Romancini. "Como é uma característica do meu carro, não consegui um bom desempenho na tomada de tempos, mas era um dos mais rápidos na corrida. Em três voltas eu já tinha ganhado três posições e com certeza brigaria por um pódio, não fosse o problema no motor”, comentou o piloto da equipe RLR Andersen. A vitória em Chicago, depois de 67 voltas, ficou com o norte-americano Daniel Herrington, enquanto J.R. Hildebrand faturou o título da temporada por antecipação ao terminar em quinto lugar.

Sétimo colocado na classificação do campeonato depois da 14ª etapa, Mário Romancini vai aproveitar as cerca de cinco semanas até a rodada de encerramento para trabalhar visando seu futuro nos Estados Unidos. "Agora não resta muito o que fazer no campeonato. Vamos usar esse tempo para trabalhar pensando em 2010 e esperar que em Homestead eu possa fazer uma boa corrida novamente”, disse Romancini, vencedor da prova em Milwaukee neste ano. O encerramento da temporada da Fórmula Indy Lights está marcado para o dia 09 de outubro no circuito oval de Homestead, na Flórida.

F-Indy: Salvador deverá ser a sede da corrida brasileira

da etapa brasileira da Formula Indy em 2010 deverá ser em Salvador deverá ser a sede . Os dirigentes da categoria pretendem finalizar o acordo com a capital baiana nesta semana. Salvador neste ano já sediou uma corrida da Stock Car em seu circuito de rua.

"Todos os modelos fundamentais de negociação foram colocados na mesa. Não creio que existem mais problemas por lá, esperamos assinar o contrato quando formos até lá", afirmou Terry Angstadt, chefe comercial da categoria.

É a cidade natal do piloto Tony Kanaan, que desde já se mostra entusiasmado em competir por lá:Para mim é a melhor opção, não apenas porque sou de lá. Eles acabaram de organizar uma corrida, e poderíamos ter de 150 a 200 mil pessoas por lá. Seria o maior evento da Indy em um circuito de rua", entusiama-se Kanaan.


"

Lights: Herrington vence em Chicago e Hildebrand é campeão


O brasileiro Rodrigo Barbosa terminou em décimo na 14ª e penúltima etapa da Indy Lights, que aconteceu na noite de sábado (29/8) em Chicago (Illinois), e foi o único representante do Brasil a receber a bandeirada de chegada. "Tive o meu melhor carro na temporada. Se não fosse a rodada da Pippa (Mann), eu teria conseguido um resultado ainda melhor", comentou. Mário Romancini e Bia Figueiredo abandonaram. A vitória ficou com o norte-americano Daniel Herrington.

A prova no circuito tri-oval Chicagoland Speedway foi bem movimentada e disputada, com cinco líderes diferentes. Na largada o neozelandês Wade Cunningham pulou na frente, enquanto o norte-americano Brandon Wagner, pole position, foi caindo de posições.

O primeiro abandono aconteceu logo na 12ª volta, quando Mário Romancini recebeu bandeira preta por causa de vazamento de óleo de seu motor. Na 20º volta foi a vez do pole position parar por causa de um toque que recebeu, e que comprometeu a sua suspensão dianteira. Na volta 31 aconteceu um acidente envolvendo os carros do canadense Hinchcliffe, do norte-americano Mike Potekhen e de Bia Figueiredo, quando eles brigavam pela sexta posição. E a prova ficou novamente sob bandeira amarela por nove voltas para que os três carros fossem retirados da pista.

Com a quinta posição, o norte-americano J. R. Hildebrand garantiu o título de campeão da categoria de acesso à Fórmula Indy com uma prova de antecipação. Romancini está em sétimo com 342 pontos, Bia em oitavo com 320, Barbosa em 15º com 175 e Felipe Guimarães no 23º lugar com 107 pontos. A última etapa será realizada dia 10 de outubro, no oval de Miami (EUA).

O resultado da prova de Chicago foi:

1) Daniel Herrington (EUA), 67 voltas em 44min07s3016;
2) James Davison (AUS), a 0s0613;
3) Andrew Prendeville (EUA), a 0s2322;
4) Wade Cunningham (NZL), a 0s2976;
5) J.R. Hildebrand (EUA), a 0s4186;
6) Sebastian Saavedra (COL), a 0s4881;
7) Charlie Kimball (EUA), a 0s5027;
8) Martin Plowman (EUA), a 0s7413;
9) Pippa Mann (ING), a 3 voltas;
10) Rodrigo Barbosa (BRA), a 6 voltas;
11) Richard Philippe (FRA), a 33 voltas;
12) James Hinchcliffe (CAN), a 35 voltas;
13) Mike Potekhen (EUA), a 36 voltas;
14) Bia Figueiredo (BRA), a 36 voltas;
15) Brandon Wagner (EUA), a 47 voltas;
16) Mario Romancini (BRA), a 55 voltas.

Esta é a classificação da Indy Lights após 14 etapas disputadas:

1) J.R. Hildebrand (EUA), 503 pontos;
2) James Davison (AUS), 416;
3) Sebastian Saavedra (COL), 411;
4) Wade Cunningham (NZL), 388;
5) James Hinchcliffe (CAN), 379;
6) Daniel Herrington (EUA), 365;
7) Mario Romancini (BRA), 342;
8) Bia Figueiredo (BRA), 320;
9) Andrew Prendeville (EUA), 293;
10) Charlie Kimball (EUA), 293;
11) Martin Plowman (EUA), 272;
12) Gustavo Yacaman (COL), 255;
13) Richard Philippe (FRA), 254;
14) Pippa Mann (ING), 213;
15) Rodrigo Barbosa (BRA), 175;
16) Ali Jackson (IRN), 172;
17) Jonathan Summerton, (EUA), 162;
18) Pablo Danoso (CHI), 147;
19) Junior Strous (HOL), 146;
20) Mike Potekhen (EUA), 125;
21) Jay Howard (ING), 123;
22) Stefan Wilson (ING), 112;
23) Felipe Guimarães (Bra), 107;
24) Sergey Mokshantsev (RUS), 92;
25) Brandon Wagner (EUA), 90;
26) Jesse Mason (CAN), 69;
27) Sean Guthrie (EUA), 46;
28) Dillon Battistini (ING), 15;
29) Jonathan Bomarito (EUA), 12;
30) Juan Pablo Garcia (MEX), 12;
31) Logan Gomez (EUA), 11;
32) Duncan Tappy (ING), 8 pontos.

F-INDY:Mario Moraes conquista o seu primeiro pódio na Fórmula Indy


O brasileiro Mario Moraes, de 20 anos, conquistou neste sábado à noite o seu primeiro pódio na Fórmula Indy ao cruzar a linha de chegada do GP de Chicago na terceira colocação. Moraes, da KV Racing, faz apenas a sua segunda temporada na categoria.

No final eletrizante da 15a etapa de 2009 no oval de 1,5 milhas, o brasileiro mostrou uma pilotagem agressiva ao superar o escocês Dario Franchitti na reta final e concluir as 200 voltas a menos de um décimo de segundo (0s0699) de Ryan Briscoe, o vencedor da disputa. Scott Dixon foi o segundo colocado. Uma das ações que ajudou muito o brasileiro aconteceu em seu último pit-stop, quando a KV mexeu na asa aerodinâmica e o carro número 5 ganhou desempenho.

"Isso é incrível!”, comemorou Moraes, que largou na 8a colocação. "Minha equipe foi excelente nos pits e isso me proporcionou brigar pelo pódio no final. Aliás, temos trabalhado muito forte ao longo de toda temporada, então, essa terceira posição nos dá uma grande satisfação. Estou muito, muito feliz e orgulhoso pelo trabalho que fizemos para irmos ao pódio hoje”, comentou o paulista, segundo piloto mais novo da categoria.

Moraes foi o melhor brasileiro classificado em Chicago, que ainda teve Raphael Matos na 9a posição e Tony Kanaan na 13a colocação. Helio Castroneves bateu e abandonou a disputa. A liderança do campeonato está ainda mais nas mãos de Ryan Briscoe, da Penske, que abriu 25 pontos de Franchitti e 33 de Dixon. Restam mais duas etapas para o final: Japão (Motegi) e Miami (Homestead), ambas em oval.

GP2: Giedo van der Garde vence a segunda na Bélgica


Giedo van der Garde da iSport foi o vencedor da 16ª etapa da GP2, a segunda prova da rodada dupla em Spa-Francorchamps (Bélgica). Foi a segunda vitória no ano do holandês, que ganhou a liderança do pole position Edoardo Mortara (Arden) logo após a largada e se manteve até o final.
Roldan Rodriguez (Piquet GP) terminou em segundo, 3s1 atrás do vencedor. O brasileiro Diego Nunes obteve o seu primeiro pódio na categoria com o terceiro lugar, completando também um grande dia para a iSport.

Entre os demais brasileiros, Alberto Valerio (Piquet GP) ficou em 12º e Lucas di Grassi (Racing Engineering) abandonou após colidir com Mortara na Bus Stop. O líder do campeonato Nico Hulkenberg (ART) foi atingido por Dani Clos (Racing Engineering) após a largada, com Jerome D'Ambrosio (Dams) e Luca Filippi (Super Nova) também envolvidos.

A nona e penúltima rodada da GP2 acontece dentro de duas semanas, em Monza (Itália).

Classificação da prova:

1. G.van der Garde - iSport International 37:54.281
2. Roldan Rodriguez - Piquet GP , a 3.102
3. Diego Nunes - iSport International , a 4.998
4. Sergio Perez - Arden International , a 6.292
5. Davide Rigon - Trident Racing , a 13.809
6. Vitaly Petrov - Barwa Addax Team , a 17.459
7. Karun Chandhok - Ocean Racing Technology , a 18.800
8. Davide Valsecchi - Barwa Addax Team , a 20.039
9. Michael Herck - DPR , a 21.403
10. Javier Villa - Super Nova Racing , a 22.860
11. Kamui Kobayashi - DAMS , a 25.291
12. Alberto Valerio - Piquet GP , a 36.045
13. N.Panciatici - Durango , a 48.746
14. Ricardo Teixeira - Trident Racing , a 54.779

Abandonos:

Edoardo Mortara - Arden International , 4 voltas
Lucas Di Grassi - Racing Engineering , 4 voltas
Alvaro Parente - Ocean Racing Technology , 2 voltas
Pastor Maldonado - ART Grand Prix , 1 volta
Nico Hulkenberg - ART Grand Prix , 0 volta
Daniel Clos - Racing Engineering , 0 volta
J.D'Ambrosio - DAMS , 0 volta
Luca Filippi - Super Nova Racing , 0 volta

F1:Marc Gené: "Fernando Alonso pode substituir Badoer"

Desta vez foi Marc Gené que revelou ao jornal Marca que Fernando Alonso é possibilidade para substituir Luca Badoer em Monza. Mas para Gene ele ainda é uma opção: "É certo que é um rumor de última hora, mas o Fernando está dentro nos possíveis candidatos.",referiu à Marca, numa situação muito pouco provável de suceder. Por outro lado, impulsionado com a sua atuação noa GP da Bélgica, Giancarlo Fisichella voltou a ser falado, mas a verdade é que o piloto italiano negou essa situação, bem como Vijay Mallaya.

F1: FIA investiga incidente no GP de Cingapura que deu a vitória a Alonso ano passado

De acordo com Reginaldo Leme, na transmissão da corrida pela Tv Globo no domingo, Flavio Briatore premeditou o acidente de Nelsinho Piquet Jr. no ano passado no GP de Cingapura . Acidente que deu a vitória a Fernando Alonso nesse Grande Prémio.
A FIA confirmou após a prova em Spa-Francorchamps, que irá investigar ."A FIA confirma que uma investigação a respeito de tais eventos está sendo levada adiante", disse um comunicado da entidade. A entidade máxima do esporte a motor, logo decidiu abrir um inquérito.

F1: Calendário provisório do Mundial de F1 2010 divulgado não oficialmente

Segundo o ESPN Racing-Live, o Calendário do Mundial de F1 de 2010, já está completo. Terá 18 corridas, com o Canadá pode regressar, enquanto a Austrália deixa de ter a honra de abrir o Mundial, passando a ser o Bahrain a primeira corrida do campeonato.

A competição inicia-se a 14 de Março e termina a 7 de Novembro, em Abu Dhabi. Donington passa a receber o GP da Grã-Bretanha, caso consigam terminaras obras para modernizar o circuito no prazo estipulado por Bernie Eclestone, se isso não acontecer o GP da Grâ-Bretanha pode ser em Silverstone. Hockenheim esta na lista para sediar o GP da Alemanha, embora esta situação tenha de ser confirmada devido a razões monetárias.

O calendário provisório é o seguinte:

14 de Março, Bahrein (Sakhir)
28 de Março, Austrália (Melbourne)
4 de Abril, Malásia (Sepang)
25 de Abril, Turquia (Istambul)
9 de Maio, Espanha (Barcelona)
23 de Maio, Mónaco (Monte Carlo)
6 de Junho, Canadá (Montreal)
27 de Junho, Europa (Valência)
11 de Julho, Grã-Bretanha (Donington Park)
25 de Julho, Alemanha (Hockenheim)
1 de Agosto, Hungria (Budapeste)
22 de Agosto, Bélgica (Spa-Francorchamps)
5 de Setembro, Itália (Monza)
19 de Setembro, China (Xangai)
26 de Setembro, Singapura
10 de Outubro, Japão (Suzuka)
24 de Outubro, Interlagos (Brasil)
7 de Novembro, Abu Dhabi (Yas Marina)

FIA GT: Equipe brasileira lidera e mostra força na etapa do Mundial na Hungria


Nem os problema nos freios e no reabastecimento impediram o time de Bernoldi e Streit de se impor.Brasileiros chegaram a meros 0s820 do vencedor e a 0s481 do segundo colocado.

Mais uma vez o Sangari Team Brazil mostrou que chegou para figurar entre os melhores times do Campeonato Mundial de GT1, a principal categoria de carros do tipo Turismo do mundo. Na etapa realizada em Hungaroring, a segunda na ainda curta história da equipe, o time brasileiro dos pilotos Enrique Bernoldi e Roberto Streit largou em terceiro e assumiu a ponta já na primeira curva, com Bernoldi no comando do Corvette Z06.

Diante de um público de 15 mil pessoas e sob forte sol, o time liderou a corrida, sofreu uma batida que comprometeu seu reabastecimento, teve problema de freios e ainda assim manteve um forte ritmo na fase final das duas horas de prova, sendo mais rápido que os dois Maserati MC 12 que conquistaram os primeiros lugares. De quebra, o Corvette do Sangari Team Brazil também registrou a melhor volta na corrida. O bólido da equipe brasileira tem sido um dos poucos capazes de bater com certa constância os carros italianos. Além de terem registrado o melhor resultado entre os modelos Corvette inscritos, Bernoldi e Streit deixaram claro que a vitória escapou das mãos do time brasileiro por questões circunstanciais, ainda na segunda corrida que a equipe realiza no torneio. Em termos de condições de vitória, a dupla do Sangari Team Brazil vai aos poucos consolidando seu nome entre as mais cotadas para o restante da temporada do Campeonato Mundial.

Após a corrida, o modelo Saleen S7R do austríaco ex-F1 Karl Wendlinger e do escocês Ryan Sharp, que havia recebido a bandeira quadriculada em primeiro, foi excluído da competição por ter sido reprovado na vistoria técnica realizada após a prova. O motivo foi o fato de o seu motor ter continuado a funcionar depois do teste no qual os restritores de ar são totalmente obstruídos – o que sugeriria que o motor teria mais potência do que o previsto por supostamente se beneficiar de um suprimento extra de ar. Com isso, a vitória passou para o Maserati MC 12 da dupla Michael Bartels (também ex-F1, Alemanha) e Andrea Bertolini (Itália), seguido por outro bólido italiano, com Alessandro Píer Guidi (Itália) e Matteo Bobbi (Itália) ao volante.

Chegada emocionante – Na bandeirada final, o Corvette dos brasileiros, que é preparado pela equipe DKR Engineering, terminou a meros 0s820 do vencedor e a 0s481 do segundo colocado – o que dá uma idéia do nível de tensão na chegada. "Mais duas voltas, e talvez nós tivéssemos vencido!”, comemorou Enrique Bernoldi, muito satisfeito com o rendimento da equipe brasileira. "Consegui pular na ponta na largada e mantive a dianteira até minha parada no box. Nosso principal problema foi a batida que levei na quarta volta, que danificou o bocal de reabastecimento de combustível – por isso perdíamos muito tempo nas paradas”, explicou o brasileiro, lembrando da manobra de Alex Muller (alemão parceiro do português Miguel Ramos em outro Maserati MC 12). O germânico tentou passar o parceiro de equipe Karl Wendlinger, errou a freada e acertou a lateral do Corvette do time brasileiro.

"Para quem não conhecia a pista, acho que consegui corresponder ao que a equipe esperava”, comentou Roberto Streit, que completou o belo turno de pilotagem de Bernoldi mostrando muita velocidade ao volante do Corvette. "O que mais me atrapalhou foi o problema nos freios. Sem isso, teríamos sido bem mais rápidos no meu turno. Mas fiquei feliz por sermos o melhor Corvette na pista. Hungaroring é a pista na qual esperávamos maiores dificuldades, por ser muito sinuosa e por nosso carro ter um entreeixos maior, o que não facilita as coisas em um traçado repleto de mudanças de direção. O terceiro lugar foi ótimo. Mas por termos largado tão bem e por termos brigado pela pole, fica aquela sensação de que poderíamos ter ido melhor na corrida. Quem compete é sempre assim, sempre quer mais. Só que esta é apenas nossa segunda corrida e o que conseguimos hoje aqui foi ótimo, sem dúvida. E nos deixa bastante animados para o restante da temporada”, completou Streit.

A sexta etapa do Campeonato Mundial de GT1 será disputada no dia 20 de setembro, no circuito de Algarve, Portugal.

domingo, 30 de agosto de 2009

ALMS - Etapa de Mosport - Canadá - Resultado final



por Sérgio Carvalho

Acabou pela parte da tarde a oitava etapa da ALMS no circuito de Mosport, Canadá. A prova foi bem movimentada, apesar de ter apenas 19 carros grid com GTs e prototipos.


Com um total de 131 voltas o Acura da Highcroft se impos no Canada e levou a etapa, com o #66 De Ferran chegando em segundo lugar e o Lola do team Intersport #37 em terceiro lugar.

Entre os P2, deu vitoria novamente da Acura da Lowes-Fernadez #15, depois veio um Lola-Mazda do team Dyson #20 e em terceiro lugar, sendo uma grata surpresa, o Radical SR9 com Adam Pecorari e Gunnar van der Steur do team Van der Steur Racing’s #19. Nada como um podium para melhorar o animo do team.

Na classe GT2, sempre mais numerosa, a vitória ficou com um corvette do team Corvette Racing #3, quebrando a sequencia das BMWs M3 e Porsches 911 que se revezavam nas vitórias. E em segundo lugar veio a F-430 do team Risi Competizione #62 que parece que recuperaram o carro vermelho após a batida de sabado em foto postada no Burnout por mim e o caminho do podium, após algumas prova terriveis do team, em terceiro lugar apareceu o outro corvette de fabrica #4.

Abaixo a listagem completa dos vencedores da etapa de Mosport pela ALMS e se nada acontecer no pos-race inspection deverá ser definitivo:

1 9 P1 David Brabham - Acura ARX-02a 131
2 66 P1 Simon Pagenaud - Acura ARX-02a 130
3 15 P2 Adrian Fernandez - Acura ARX-01B 127
4 37 P1 Jon Field - Lola B06/10 AER 125
5 20 P2 Butch Leitzinger - Lola B09 86 Mazda 118
6 3 GT2 Jan Magnussen - Corvette C6.R 117
7 62 GT2 Pierre Kaffer - Ferrari F430 GT 117
8 4 GT2 Olivier Beretta - Corvette C6.R 116
9 87 GT2 Wolf Henzler - Porsche 911 GT3 RSR 116
10 19 P2 Adam Pecorari - Radical SR9 AER 116
11 45 GT2 Joerg Bergmeister - Porsche 911 GT3 RSR 115
12 21 GT2 Dominik Farnbacher - Panoz Esperante GTLM Ford 115
13 44 GT2 Johannes van Overb - Porsche 911 GT3 RSR 115
14 11 GT2 Joel Feinberg - Dodge Viper Comp Coupe 113
15 90 GT2 Joey Hand - BMW E92 M3 110
16 40 GT2 David Robertson - Doran Ford GT MK 7 105
17 92 GT2 Dirk Mueller - BMW E92 M3 71
18 12 P1 Chris McMurry - Lola B06/10 AER 63
19 16 P2 Chris Dyson - Lola B09 86 Mazda 43

A proxima etapa da ALMS ocorrerá em Setembro (23-26) no circuito PLM com as suas famosas 10h ou 1000 milhas com todos protótipos mais badalados do mundo no momento, com a presença das fábricas Peugeot, Audi, Oreca e pelo menos um Lola-Aston do team Sebah. Já que a AMR disse que não virá até PLM, assim como o team Pescarolo.


Ps.: Antes de lançarmos o blog, tivemos a noticia da exclusao do team team Van der Steur Racing’s #19 da prova por problemas no regulamento técnico, então o terceiro lugar na prova ficou com o outro Lola-Mazda do team dyson que havia quebrado na volta 43.

F-Indy: Ryan Briscoe vence em Chicago


Ryan Briscoe por apenas 0,0077s! bateu Scott Dixon, e venceu o GP de Chicago da Indy, Com este resultado, o australiano deu mais um passo para a conquista do seu primeiro título. O 'push-to-pass' (botão que dá mais potência), ajudou Briscoe a vencer. O melhor brasileiro na prova, foi Mario Moraes conquistando o terceiro lugar. A corrida teve muitas trocas na liderança, e o equilíbrio foi a nota dominante, com vários pelotões muito compactos. Para Tony Kanaan,a corrida não estava sendo das melhores e ficou com a décima- terceira colocação no final. Raphael Matos Luczo Dragon fez uma corrida disputada e terminou em nono. Na volta 184, a suspensão traseira do carro de Helio Castroneves quebrou e ele bateu no muro, causando o fim de prova para o brasileiro. Relargada dada a nove voltas do fim e Dixon na ponta com Briscoe e Franchitti logo atrás. No final disputado e acirrado, a vitoria ficou com Ryan Briscoe.

Resultado final em Joliet, Chicago:

Pos Piloto Equipe Diferença
1 Ryan Briscoe Penske -o-
2 Scott Dixon Ganassi + 0.0077s
3 Mario Moraes KV + 0.0699s
4 Dario Franchitti Ganassi + 0.0997s
5 Graham Rahal Newman/Haas + 0.1295s
6 Ed Carpenter Vision + 0.1668s
7 Oriol Servia Newman/Haas + 0.2612s
8 Tomas Scheckter D. & Reinbold + 0.2683s
9 Raphael Matos Luczo Dragon + 0.3356s
10 Justin Wilson Coyne + 0.4344s
11 Marco Andretti Andretti Green + 0.5224s
12 Danica Patrick Andretti Green + 0.5840s
13 Tony Kanaan Andretti Green + 0.8269s
14 Sarah Fisher Fisher + 1 volta
15 Ryan Hunter-Reay Foyt + 1 volta
16 Mike Conway D. & Reinbold + 1 volta
17 EJ Viso HVM + 2 voltas
18 Robert Doornbos HVM + 3 voltas
19 Jaques Lazier 3G + 5 voltas

Abandonos:

Helio Castroneves Penske
Milka Duno Dreyer & Reinbold
Dan Wheldon Panther
Hideki Mutoh Andretti Green



FIA GT: Miguel Ramos desistiu no Hungaroring


A dupla Alex Muller/Miguel Ramos desistiu na quarta volta em apos uma colisão na corrida de hoje do FIA GT que se realizou em Hungaroring, num dia em que a sua equipe, a Vitaphone Racing ocupou dois dos lugares mais baixos do pódio, recuperando assim a liderança do Campeonato.

Depois de conseguirem a pole ontem, era legítimo que Miguel Ramos estivesse esperançado numa boa corrida esta tarde no Hungaroring. Infelizmente ainda não foi desta que o azar largou o Maserati Nº 2 e uma colisão logo no início da corrida inviabilizou um bom resultado perfeitamente ao alcance:"Depois da qualificação de ontem, estava cheio de confiança para esta tarde. Contudo aquele toque logo à quarta volta estragou-nos o fim-de-semana. Sei que são contingências próprias das corridas de automóveis, mas fiquei muito triste por termos saído assim tão cedo da prova, pois sabia que tínhamos um bom carro e estas corridas são muito longas para deitarmos tudo a perder nos primeiros dez minutos", disse Miguel Ramos após o acidente que envolveu o seu colega de equipa e com quem partilha o volante do Maserati Nº 2, Alex Muller.


Vendo os seus adversários diretos a pontuar em Budapeste, Miguel Ramos atrasa-se em termos de Campeonato, mas mostra-se esperançado em dar a volta à situação no Algarve "Quem me dera que a próxima corrida fosse já amanhã. Aguardo ansiosamente o fim-de-semana de Portimão, no qual a correr no meu País e perante o meu público espero que o azar deste ano nos abandone definitivamente. Temos conseguido boas qualificações, mas depois por um ou outra razão as corridas têm-nos deixado desolados".

Fia GT: Desclassificação de Wendlinger/Sharp da vitória a Pier Guidi/Bobbi

por Anderson Puiatti

A dupla Wendlinger/Sharp, do Saleen S7R #14 da K Plus K Motorsport foi desclassificado na vistoria tecnica. O carro da equipe checa foi desclassificado por violação do regulamento técnico (o motor não parou com o bloqueio dos restritores, como é suposto), então a dupla Bartels/Bertolini acabou por herdando a vitória e, com ela, o primeiro lugar do campeonato. A segunda colocação ficou com Pier Guidi/Bobbi Maserati com outro Maserati. O time brasileiro , Sangari Team Brazil, com Corvette Z06 herdou a terceira colocação. A classificação da prova ficou assim:


1 1 GT1 Bertolini/Bartels Maserati MC 12 2:00:50.589 67 145.72
2 33 GT1 Pier Guidi/Bobbi Maserati MC 12 2:00:50.928 67 0.339 145.71
3 8 GT1 Bernoldi/Streit Corvette Z06 2:00:51.409 67 0.820 145.70
4 19 GT1 Maassen/Biagi Corvette Z06 2:00:55.307 67 4.718 145.62
5 4 GT1 Hezemans/Kumpen Corvette Z06 2:01:10.257 67 19.668 145.32
6 3 GT1 Longin/Ruffier Corvette Z06 2:01:05.766 66 1 LAP 143.24
7 60 GT2 Westbrook/Collard Porsche 911 GT3 RS (997) 2:01:30.890 65 2 LAPS 140.58
8 50 GT2 Bruni/Vilander Ferrari F430 2:01:32.051 65 2 LAPS 140.56
9 77 GT2 Ruberti/Malucelli Ferrari F430 2:01:46.800 65 2 LAPS 140.28
10 40 GT1 Kuppens/Leinders Ford GT (001 PT GT1) 2:01:57.020 65 2 LAPS 140.08
11 61 GT2 O'Young/Holzer Porsche 911 GT3 RS (997) 2:02:02.656 65 2 LAPS 139.97
12 51 GT2 Barba Lopez/Cadei Ferrari F430 2:00:24.066 64 3 LAPS 139.70
13 56 GT2 Bell/Kirkaldy Ferrari F430 2:00:27.711 64 3 LAPS 139.63
14 95 GT2 Russo/Perez Companc Ferrari F430 2:00:39.528 64 3 LAPS 139.40
15 55 GT2 Mullen/Niarchos Ferrari F430 2:00:57.658 64 3 LAPS 139.05
16 97 GT2 Ragginger/Lucchini Porsche 911 GT3 RS (997) 2:01:57.668 64 3 LAPS 137.91
17 78 GT2 Romanini/Heyer Ferrari F430 2:02:07.609 64 3 LAPS 137.73
18 59 GT2 Sugden/Ashburn Porsche 911 GT3 RS (997) 2:01:19.906 63 4 LAPS 136.46
19 18 GT1 Lacko/Nilsson Saleen S7 1:47:14.061 59 8 LAPS 144.60
20 44 GT1 Mutsch/Hirschi Ford GT (001 PT GT1) 2:02:01.840 59 8 LAPS 127.07
21 112 G2 Konopka/Studenic Saleen S7 2:02:32.198 48 19 LAPS 102.94
22 11 GT1 Lemeret/Hines Saleen S7 Twin Turbo 41:30.690 23 44 LAPS 145.58
23 2 GT1 Muller/Ramos Maserati MC 12

F1: Raikkonen vence em Spa e Fisichella é segundo

por Anderson Puiatti

Uma corrida muito diferente do campeonato em Spa-Francorchamps, na Bélgica. Kimi Raikkonen e a Ferrari alcançaram a primeira vitória do ano, e Giancarlo Fisichella com sua Force-India conquistaram a segunda colocação pontuando pela primeira vez na história da equipe, e logo com o lugar intermédio do pódio.
Depois de uma ano e meio Raikkonen conquista uma vitória, quinta em Spa e a Ferrari conquista vence finalmente no ano: “Uma grande vitória para mim e para a equipe. Entretanto, não há nenhum segredo particular para explicar porque venci quatro vezes aqui. Queríamos vencer pelo menos uma corrida e conseguimos. Nosso carro não era o melhor do pelotão, mas fizemos tudo certo, e este resultado se deve a todo o trabalho feito com a equipe”, revela o finlandês. Outro que consegiu um grande feito foi Giancarlo Fisichella com seu segundo lugar: “Foi outro grande dia, um resultado incrível. Antes de vir para Spa, se você perguntasse a toda a equipe se ficaríamos felizes com um oitavo lugar, teríamos dito que seria um resultado fantástico, mas o segundo lugar é um sonho. Para ser honesto, estou um pouco desapontado, pois senti que poderíamos ter vencido. Não tive sorte com o safety car quando Kimi me passou na relargada usando o KERS. Na verdade, eu estava mais veloz atrás dele, mas com o KERS, não conseguia passar, já que era impossível ser rápido na longa reta. Porém, não podemos reclamar deste resultado fantástico. Depois de ontem, eu estava confiante de que poderia marcar pontos, é positivo para o restante do campeonato e para as próximas corrida. Agradeço muito a todos”, declarou Físico depois de dois grandes dias.

Sebastian Vettel imprimiu um bom ritmo na pista, e chegou em terceiro e também fica ao lado de seu companheiro de equipe Mark Webber, que chegou em novo devido a um erro da equipe ao libera-lo mais cedo quase batendo em Nick Heidfeld, o que ocasionou um'drive-trought' . Jenson Button abandonou pela primeira vez este ano, em consequência de um acidente. Rubens Barrichello (Brawn-Mercedes), que novamente partiu mal, fez uma estratégia diferente e conseguiu a sétima colocação reduzeindo um pouco mais a diferença para Button.
Com estes resultados, Jenson Button tem agora uma vantagem de 'apenas' 16 pontos para Rubens Barrichello, que por sua vez tem Sebastian Vettel três pontos atrás. Em ultimo chegou Luca Badoer novamente e assim pode ser a ultima corrida do italiano na Ferrari e ainda espera correr em Monza: "Fiz o meu melhor hoje. Infelizmente, na primeira curva após a largada, danifiquei os pneus dianteiros, portanto tive vibrações fortes ao longo do primeiro trecho. Quando os pneus foram trocados, a situação melhorou, mas a performance do composto mais duro não estava tão boa quanto a do macio. Melhorei novamente meu nível de performance e realmente quero correr em Monza, uma das pistas que melhor conheço, junto com Fiorano e Mugello".

Classificação da prova:

1. Raikkonen Ferrari 1h23:50.995s
2. Fisichella Force India-Mercedes a 0.939s
3. Vettel Red Bull-Renault a 3.875s
4. Kubica BMW Sauber a 9.966s
5. Heidfeld BMW Sauber a 11.276s
6. Kovalainen McLaren-Mercedes a 32.763s
7. Barrichello Brawn-Mercedes a 35.461s
8. Rosberg Williams-Toyota a 36.208s
9. Webber Red Bull-Renault a 36.959s
10. Glock Toyota a 41.490s
11. Sutil Force India-Mercedes a 42.636s
12. Buemi Toro Rosso-Ferrari a 46.106s
13. Nakajima Williams-Toyota a 54.241s
14. Badoer Ferrari a 1m38.177s
Abandonos:
Alonso Renault 27ª volta
Trulli Toyota 22ª volta
Button Brawn-Mercedes 1ª volta
Grosjean Renault 1ª volta
Hamilton McLaren-Mercedes 1ª volta
Alguersuari Toro Rosso-Ferrari 1ª volta
Após 12 corridas da temporada 2009, a classificação dos pilotos e equipes da Formula 1 é a seguinte:

1. J. Button Brawn GP 72
2. R. Barrichello Brawn GP 56
3. S. Vettel Red Bull 53
4. M. Webber Red Bull 51.5
5. K. Räikkönen Ferrari 34
6. N. Rosberg Williams 30.5
7. L. Hamilton McLaren 27
8. J. Trulli Toyota 22.5
9. F. Massa Ferrari 22
10. H. Kovalainen McLaren 17
11. T. Glock Toyota 16
12. F. Alonso Renault 16
13. N. Heidfeld BMW 10
14. R. Kubica BMW 8
15. G. Fisichella Force India 8
16. S. Buemi Toro Rosso 3
17. S. Bourdais Toro Rosso 2

Por Equipe:

1. Brawn GP Barrichello, Button 128
2. Red Bull Vettel, Webber 104.5
3. Ferrari Massa, Raikkonen 56
4. McLaren Hamilton, Kovalainen 44
5. Toyota Glock, Trulli 38.5
6. Williams Nakajima, Rosberg 30.5
7. BMW-Sauber Heidfeld, Kubica 18
8. Renault Alonso, Piquet Jnr 16
9. Force India Fisichella, Sutil 8
10. Toro Rosso Bourdais, Buemi 5

PORSCHE CUP: Valdeno encerra maratona europeia com sétima posição em Spa-Francorchamps


Piloto brasileiro lida com estratégia técnica errada, mantém posição de largada e considera chance de voltar ao Porsche Supercup em Monza.

Com dificuldades na pilotagem do carro na fase inicial da corrida deste domingo (30), Valdeno Brito ficou em sétimo lugar na décima etapa do Porsche Supercup, na preliminar do GP da Bélgica de Fórmula 1. O brasileiro da Konrad Motorsport fez no circuito de Spa-Francorchamps sua primeira corrida na série europeia. Em sua estreia, uma semana antes nas ruas da espanhola Valencia, abandonou poucos metros após a largada.

“O meu engenheiro fez uma aposta errada com relação à pressão dos pneus e isso deixou o carro praticamente inguiável nas quatro primeiras voltas”, contou Brito. “Quando o carro acordou, já era um pouco tarde para recuperar o tempo perdido. Mesmo assim, a equipe e os patrocinadores gostaram do meu trabalho, isso é o mais importante”, avaliou o único brasileiro da categoria – ele também tem feito participações no Porsche Carrera Cup.

A próxima prova do Porsche Supercup, antepenúltima do calendário, será disputada no dia 13 de setembro em Monza, na preliminar do GP da Itália de F-1. “Vou saber durante esta semana se venho para correr na Itália ou não. A equipe está negociando com a Loctite, nosso patrocinador, nesse sentido. Se houver um acerto, já está definido que o piloto serei eu”, informou o paraibano, que largou e terminou em sétimo na etapa belga.

Valdeno Brito não esconde sua satisfação com o trabalho feito com a Konrad na Europa. “Eu não tinha ideia de que tudo isso aconteceria neste ano, e conheci nada menos que oito novas pistas, andei entre os sete primeiros em todas as provas, competindo contra os melhores pilotos de Porsche do mundo. E consegui até um pódio”, lembrou. “Agradeço imensamente a Deus por estar me dando esta grande oportunidade”, reverenciou.

O holandês Jeröen Bleekenolen comemorou em Spa sua quinta vitória na temporada e praticamente assegurou o título. Ele foi a 194 pontos, contra 142 do vice-líder René Rast. O alemão, vencedor das quatro etapas anteriores, largou da pole na etapa belga mas foi último colocado, a uma volta dos demais.

Após 11 voltas, o resultado final da corrida deste domingo foi o seguinte:

1º) Jeröen Bleekemolen (HOL/Konrad Motorsport), 27min15s482
2º) Norbert Siedler (AUT/Veltins MRS Racing), a 1s531
3º) Jan Seyffarth (ALE/tolimit-Seyffart MS), a 3s895
4º) Damien Faulkner (IRL/Walter Lechner Racing School), a 4s430
5º) Stefan Rosina (Walter Lechner Racing School), a 6s965
6º) Richard Williams (ING/SPS-Performance), a 7s150
7º) Valdeno Brito (BRA/Konrad Motorsport), a 9s560
8º) Lance David Arnold (ALE/SPS-Performance), a 9s930
9º) Patrick Huisman (HOL/SPS-Performance), a 13s190
10º) Jiri Janak (CZE/Konrad Motorsport), a 13s844
11º) William Langhorne (ING/Sanitec Racing), a 23s052
12º) Mauro Massironi (ITA/Ebimotoros), a 24s125
13º) Isaac Tutumlu Lopez (TUR/Sanitec Racing), a 32s874
14º) Stefan Wendt (ALE/tolimit-Seyffart MS), a 33s715
15º) Siso Cunill (ESP/Konrad Motorsport), a 47s136
16º) Alessandro Bonacini (ITA/Ebimotors), a 1min20s340
17º) René Rast (ALE/Veltins MRS Racing), a 1 volta

FiaGT - 6º Rodada - Budapest/Hungria 30/08/09- Wendlinger e Salen vencem



por Sérgio Carvalho

Terminou a etapa da Hungria pela FIA-GT com vitória de Karl Wendlinger na classe GT1 e Richard Westbrook na classe GT2 com 67 voltas dadas pelo vencedor da prova, seguido por mais seis GTs1. A etapa teve 15.000 pessoas presentes à pista de Budapeste.


Na classe GT1, a vitória de Karl Wendlinger com seu Saleen S7 do team K Plus K foi ajudada pela quebra do MC-12 #2 pole-position da prova Alex Muller ainda na quinta volta. Assim, Wendlinger pode correr meio tranquilo na frente das outras duas MC-12 do team Vitaphone na prova. Henrique Bernoldi e seu team Sangari chegaram em quarto na etapa fazendo uma bela prova e poderiam ter tido melhor sorte na prova se houvesse mais tempo, pois como o team Vitaphone estava correndo pelos pontos na série, mandou o seu terceiro carro #33 tirar o pé para não ultrapassar o MC-12 #1 que vinha mais lento na prova.

Na classe GT2, Westbrook/Collarf fizeram uma prova fascinante, pois seu team Prospeed havia sido desclassificado após resultado final do qualify, pois haviam bloqueado a F-430 do team Corsa em seu retorno para os pits e largado do final do pelotão, mas com uma prova consistente levou a etapa na classe GT2. Em segundo lugar veio como sempre uma F-430 de Bruni & cia #50 do team AF Corsa, seguidos pela F-430 #77 do team BMS pilotada por Ruberti.

Abaixo o resultado final da etapa da Hungria da FIA-GT

1 14 WENDLINGER Saleen S7 67 1:43.762
2 1 BERTOLINI Maserati MC 12 67 1:44.185
3 33 PIER GUIDI Maserati MC 12 67 1:44.365
4 8 BERNOLDI Corvette Z06 67 1:43.340
5 19 MAASSEN Corvette Z06 67 1:44.824
6 4 HEZEMANS Corvette Z06 67 1:44.207
7 3 LONGIN Corvette Z06 66 1:44.762
8 60 WESTBROOK Porsche 911 GT3 RS (997) 65 1:49.316
9 50 BRUNI Ferrari F430 65 1:49.473
10 77 RUBERTI Ferrari F430 65 1:48.046
11 40 KUPPENS Ford GT (001 PT GT1) 65 1:47.309
12 61 O'YOUNG Porsche 911 GT3 RS (997) 65 1:49.379
13 51 BARBA LOPEZ Ferrari F430 64 1:48.204
14 56 BELL Ferrari F430 64 1:49.490
15 95 RUSSO Ferrari F430 64 1:49.576
16 55 MULLEN Ferrari F430 64 1:48.687
17 97 RAGGINGER Porsche 911 GT3 RS (997) 64 1:48.717
18 78 ROMANINI Ferrari F430 64 1:50.191
19 59 SUGDEN Porsche 911 GT3 RS (997) 63 1:49.929
20 18 LACKO Saleen S7 59 1:45.222
21 44 MUTSCH Ford GT (001 PT GT1) 59 1:45.614
22 112 KONOPKA Saleen S7 48 1:48.847
23 11 LEMERET Saleen S7 Twin Turbo 23 1:46.174
24 2 MULLER Maserati MC 12 5 1:46.101

A próxima rodada da FIA-GT será na pista do Algarve em Portugal em 19-20 de Setembro.

ALMS

Abaixo mostramos a panca da F-430 do team Risi competizione pela ALMS no dia de ontem durante os treinos livres, mas informamos que a mesma já se encontra rodando no warm-up pela ALMS agora pela manhã, com um belo trabalho feito pelo team na madrugada adentro, conseguiram restaurar a maquina vermelha.

sábado, 29 de agosto de 2009

F1: Fisichella: "Um dos melhores momentos da minha vida"


Euforia é o que descreve Giancarlo Fisichella com a pole. Físico falou ao Autosport.com:

"É muito motivador para mim este resultado, pois o ano passado e a primeira metade desta época foram muito frustrantes para mim. É muito bom sentir que se pode lutar pelo top 10 e pelos pontos. Apesar de não ter sido a primeira penso que esta qualificação foi perfeita, a melhor para mim. O Renault era um carro suficientemente bom para alcançar poles, mas hoje ninguém esperava isto vindo de nós. Foi uma qualificação excepcional e um dos melhores momentos da minha vida."

"A equipe tem realizado um fantástico trabalho no túnel de vento, e penso que trabalharam melhor que a Ferrari e a McLaren, por exemplo. Agora, que venha a corrida. Ganhar é uma palavra muito grande, mas penso que temos uma boa oportunidade de realizar uma boa corrida, terminar nos pontos, que para nós seria como vencer uma corrida. O nosso alvo é o top seis, mas partindo da pole, tenho fé em chegar ao pódio" referiu o piloto da Force India.

125cc,250cc e Moto GP: Simon, Di Meglio e Pedrosa comandam os treinos de classificação em Indianápolis.

125cc

Julian Simon (Aprilia) vai largar na frente na etapa norte-americana das 125cc, em Indianapolis. O líder do campeonato superou por 0s050 a marca de Sandro Cortese (Derbi), o segundo no grid. Nicolas Terol (Aprilia) e Pol Espargaro (Derbi) completam a primeira fila.

A largada para a 11ª etapa das 125cc será as 13h00 deste domingo (30/08), pelo horário de Brasília. O Sportv 2 transmite ao vivo.

Confira o grid:

1. Julian Simon - Aprilia, 1m49.337s
2. Sandro Cortese - Derbi, 1m49.387s , a 0.050s
3. Nicolas Terol - Aprilia, 1m49.537s , a 0.200s
4. Pol Espargaro - Derbi, 1m49.577s , a 0.240s
5. Bradley Smith - Aprilia, 1m49.585s , a 0.248s
6. Simone Corsi - Aprilia, 1m49.628s , a 0.291s
7. Sergio Gadea - Aprilia, 1m49.661s , a 0.324s
8. Efren Vazquez - Derbi, 1m49.703s , a 0.366s
9. Marc Marquez - KTM, 1m49.852s , a 0.515s
10. Joan Olive - Derbi, 1m49.853s , a 0.516s
11. Daniel Webb - Aprilia, 1m49.982s , a 0.645s
12. Andrea Iannone - Aprilia, 1m50.140s , a 0.803s
13. Johann Zarco - Aprilia, 1m50.340s , a 1.003s
14. Michael Ranseder - Aprilia, 1m50.494s , a 1.157s
15. Stefan Bradl - Aprilia, 1m50.530s , a 1.193s
16. Tomoyoshi Koyama - Loncin, 1m50.547s , a 1.210s
17. D.Agerter - Derbi, 1m50.721s , a 1.384s
18. Lorenzo Savadori - Aprilia, 1m50.728s , a 1.391s
19. Takaaki Nakagami - Aprilia, 1m50.916s , a 1.579s
20. Luis Salom - Aprilia, 1m51.006s , a 1.669s
21. Jonas Folger - Aprilia, 1m51.062s , a 1.725s
22. Esteve Rabat - Aprilia, 1m51.470s , a 2.133s
23. Cameron Beaubier - KTM, 1m51.527s , a 2.190s
24. Lorenzo Zanetti - Aprilia, 1m51.539s , a 2.202s
25. R.Krummenacher - Aprilia, 1m51.546s , a 2.209s
26. Scott Redding - Aprilia, 1m51.569s , a 2.232s
27. Luca Marconi - Aprilia, 1m52.334s , a 2.997s
28. Lukas Sembera - Aprilia, 1m52.373s , a 3.036s
29. Alexis Masbou - Loncin, 1m52.448s , a 3.111s
30. Miles Thornton - Aprilia, 1m53.835s , a 4.498s
31. Luca Vitali - Aprilia, 1m54.107s , a 4.770s
32. Ben Young - Aprilia, 1m56.451s , a 7.114s




250cc

Deu frança nas 250cc. Mike di Meglio (Aprilia) obteve a sua primeira pole position nas 250cc em Indianapolis (EUA). O atual campeão das 125cc superou o líder do campeonato Hiroshi Aoyama (Honda), com Marco Simoncelli (Gilera) e Hector Barberá (Aprilia) completando a primeira fila.

A largada para a 11ª etapa das 250cc será as 14h15 deste domingo (30/08), pelo horário de Brasília. O Sportv 2 transmite ao vivo.

Confira o grid:

1. Mike Di Meglio - Aprilia, 1m44.341s
2. Hiroshi Aoyama - Honda, 1m44.461s , a 0.120s
3. Marco Simoncelli - Gilera, 1m44.553s , a 0.212s
4. Hector Barbera - Aprilia, 1m44.625s , a 0.284s
5. Jules Cluzel - Aprilia, 1m44.860s , a 0.519s
6. Alvaro Bautista - Aprilia, 1m44.955s , a 0.614s
7. Mattia Pasini - Aprilia, 1m45.158s , a 0.817s
8. Alex Debon - Aprilia, 1m45.192s , a 0.851s
9. R.Wilairot - Honda, 1m45.396s , a 1.055s
10. Hector Faubel - Honda, 1m45.438s , a 1.097s
11. Lukas Pesek - Aprilia, 1m45.439s , a 1.098s
12. R.Locatelli - Gilera, 1m45.560s , a 1.219s
13. Alex Baldolini - Aprilia, 1m45.778s , a 1.437s
14. Thomas Luthi - Aprilia, 1m46.177s , a 1.836s
15. Raffaele De Rosa - Honda, 1m46.195s , a 1.854s
16. Karel Abraham - Aprilia, 1m46.908s , a 2.567s
17. Valentin Debise - Honda, 1m47.838s , a 3.497s
18. Axel Pons - Aprilia, 1m48.458s , a 4.117s
19. Imre Toth - Aprilia, 1m48.650s , a 4.309s
20. Balazs Nemeth - Aprilia, 1m49.143s , a 4.802s
21. Vladimir Leonov - Aprilia, 1m49.807s , a 5.466s
22. Bastien Chesaux - Honda, 1m49.888s , a 5.547s
23. Adam Roberts - Yamaha, 1m51.296s , a 6.955s
24. Barrett Long - Yamaha, 1m52.154s , a 7.813s

Moto GP



A MotoGP está na lendária pista de Indianápolis, em sua versão do traçado misto. Dani Pedrosa garantiu a segunda pole position no ano. de (EUA). É a segunda pole position do piloto espanhol na temporada 2009.

Na melhor das suas 30 voltas ele cravou 1m39.730s, restando dois minutos para o final. Jorge Lorenzo (Yamaha) completa a dobradinha espanhola, mas ficou incríveis 0.506s atrás do pole.

Líder do campeonato, Valentino Rossi (Yamaha) suou para garantir o terceiro lugar no grid, tendo tido um bom duelo nos instantes finais com Alex de Angelis (Gresini Honda). Os pilotos da casa Colin Edwards (Tech 3 Yamaha) e Nicky Hayden (Ducati) ficaram respectivamente em quinto e em sexto, fechando a segunda fila.

A largada para a 12ª etapa da MotoGP será as 16h deste domingo (30/08), pelo horário de Brasília. O Sportv 2 transmite ao vivo.

Confira o grid:

1. Dani Pedrosa - Honda , 1m39.730s
2. Jorge Lorenzo - Yamaha , 1m40.236s
3. Valentino Rossi - Yamaha , 1m40.609s
4. Alex de Angelis - Gresini Honda , 1m40.620s
5. Colin Edwards - Tech 3 Yamaha , 1m40.961s
6. Nicky Hayden - Ducati , 1m41.067s
7. Toni Elias - Gresini Honda , 1m41.283s
8. Andrea Dovizioso - Honda , 1m41.309s
9. Marco Melandri - Hayate Kawasaki , 1m41.530s
10. James Toseland - Tech 3 Yamaha , 1m41.620s
11. Loris Capirossi - Suzuki , 1m41.742s
12. Randy de Puniet - LCR Honda , 1m41.773s
13. Niccolo Canepa - Pramac Ducati , 1m41.910s
14. Chris Vermeulen - Suzuki , 1m42.038s
15. Mika Kallio - Ducati , 1m42.250s
16. Aleix Espargaro - Pramac Ducati , 1m42.577s
17. Gabor Talmacsi - Scot Honda , 1m42.736s

PORSCHE CUP: Valdeno Brito é sétimo no grid do Porsche Carrera Supercup em Spa



Brasileiro abre quarta fila na preliminar do GP da Bélgica de F-1 e aponta desempenho deficiente nas retas como fator adversário. Terceiro mais veloz no treino livre de sexta-feira (28), o piloto brasileiro Valdeno Brito vai largar em sétimo na décima etapa do Porsche Supercup. A prova em Spa-Francorchamps vai integrar, neste domingo (30), a programação preliminar do GP da Bélgica de Fórmula 1. O piloto da Konrad Motorsport, que faz apenas sua segunda participação na categoria, viu a pouca quilometragem como um dos maiores fatores adversários.

“Hoje, com todos usando pneus novos, os tempos baixaram quase três segundos. Senti falta de mais quilometragem para saber o limite do carro”, diz o piloto do carro número 10, que é decorado nas cores da Loctite. “Largar em sétimo é bom, vou tentar uma corrida agressiva. Mas continuo perdendo muito nas retas”, identifica. “Certamente, pelos tempos, largaria mais à frente se meu carro rendesse tanto quanto os outros em retas”.

A pole-position foi conquistada pelo alemão René Rast, vice-líder do Porsche Supercup com 142 pontos. O líder é o holandês Jeröen Bleekemolen, companheiro de equipe de Valdeno, que soma 172 e larga em seguindo. A corrida do Porsche Supercup em Spa-Francorchamps terá largada às 6h45 deste domingo, horário de Brasília.

O grid definido neste sábado na Bélgica é o seguinte:

1º) René Rast (ALE/Veltins MRS Racing), 2min24s084
2º) Jeröen Bleekemolen (HOL/Konrad Motorsport), 2min24s469
3º) Norbert Siedler (AUT/Veltins MRS Racing), 2min24s751
4º) Damien Faulkner (IRL/Walter Lechner Racing School), 2min25s031
5º) Jan Seyffarth (ALE/tolimit-Seyffart MS), 2min25s103
6º) Stefan Rosina (Walter Lechner Racing School), 2min25s114
7º) Valdeno Brito (BRA/Konrad Motorsport), 2min25s300
8º) Richard Williams (ING/SPS-Performance), 2min25s400
9º) Siso Cunill (ESP/Konrad Motorsport), 2min25s621
10º) Lance David Arnold (ALE/SPS-Performance), 2min25s638
11º) Jiri Janak (CZE/Konrad Motorsport), 2min25s688
12º) William Langhorne (ING/Sanitec Racing), 2min25s701
13º) Patrick Huisman (HOL/SPS-Performance), 2min25s913
14º) Stefan Wendt (ALE/tolimit-Seyffart MS), 2min26s127
15º) Mauro Massironi (ITA/Ebimotoros), 2min26s238
16º) Alessandro Bonacini (ITA/Ebimotors), 2min26s536
17º) Isaac Tutumlo Lopez (TUR/Sanitec Racing), 2min28s114

Grand-AM - Etapa de Montreal - Resultado Final...

por Sérgio Carvalho

O team SunTrust #10 com um Ford-Dallara foi o vencedor da etapa de Montreal disputado no circuito Gilles Villeneuve na tarde de hoje com 29 carros entre DPS e GTs num total de 67 voltas, ainda mais com uma chuva fina presente quase o tempo todo foi dificil manter os pesados DPs longe de problemas e em cima do asfalto.

Antes mesmo da prova iniciar, durante a volta de saida dos pits para se colocarem na largada , houve uma rodada feia do team Doran Racing com dois astros da Nascar presentes ao evento Marcos Ambrose e Carl Edwards resultando em perda da frente do DP da Doran e resultou em uma retirada antes da largada por parte do team, pois estes DPs não possuem sistema de controle de tração e o Doran vinha com pneus slicks para a pista.

Com a batida do DP da Doran aconteceu um retorno massivo dos outros DPs já colocados na linha de largada aos pits para troca de pneus intermediarios.

Na chuva, os pilotos Max Angelelli e Brian Frisselle do team SunTrust deram-se melhor e chegaram em primeiro, seguidos por Timo Bernhard eRomain Dumas do team Penske #12 e em terceiro veio Alex Gurney and Jon Fogarty do team Gainsco #99.

Nos gts, a vitoria ficou com o team Stevenson Motorsports #57 com um Pontiac pilotado por A.Davis e R.Liddell, em segundo veio um Porsche GT3 do team TRG #66 pilotado por A.Lally e B.Gaughan e finalizando em terceiro lugar na prova veio o team SpeedSource com um Mazda RX-8 #69 com E.Assentato e J.Segal pilotando.

Abaixo o resultado final da etapa de Montreal pela Grand-Am.

1. 10 DP SunTrust Racing Ford Dallara 67 2:01:38.599
2. 12 DP Penske Racing Porsche Riley 67 2:02:39.863
3. 99 DP Gainsco/Bob Stallings Racing Pontiac Riley 67 2:02:48.938
4. 13 DP Beyer Racing Pontiac Riley 67 2:03:10.939
5. 58 DP Brumos Racing Porsche Riley 66 2:01:50.613
6. 61 DP AIM Autosport Ford Riley 66 2:01:50.665
7. 45 DP Orbit Racing BMW Riley 66 2:01:54.302
8. 6 DP Michael Shank Racing Ford Riley 66 2:02:04.725
9. 55 DP Supercar Life Racing BMW Riley 66 2:02:10.053
10. 01 DP Chip Ganassi Racing w/F.Sabates Lexus Riley 66 2:02:17.838
11. 90 DP Spirit of Daytona Racing Porsche Coyote 66 2:03:25.331
12. 2 DP Childress-Howard Motorsports Pontiac Crawford 65 2:02:03.434
13. 57 GT Stevenson Motorsports Pontiac GXP.R 64 2:02:13.425
14. 66 GT TRG Porsche GT3 64 2:02:48.561
15. 69 GT SpeedSource Mazda RX-8 64 2:02:56.197
16. 40 GT Dempsey Racing Mazda RX-8 64 2:02:57.906
17. 86 GT Farnbacher Loles Motorsports Porsche GT3 64 2:03:16.154
18. 87 GT Farnbacher Loles Motorsports Porsche GT3 63 2:01:56.465
19. 21 GT Battery Tender/MCM Racing Pontiac GTO.R 63 2:02:51.140
20. 30 GT Racers Edge Motorsports Mazda RX-8 62 2:01:46.275
21. 65 GT TRG Porsche GT3 62 2:01:48.987
22. 07 GT Banner Racing Pontiac GXP.R 62 2:01:49.829
23. 60 DP Michael Shank Racing Ford Riley 62 2:02:07.290
24. 48 GT Miller Barrett Racing Porsche GT3 48 2:03:02.756
25. 70 GT SpeedSource Mazda RX-8 45 1:24:14.124
26. 32 GT PR1 Motorsports BMW M6 31 57:09.193
27. 59 DP Brumos Racing Porsche Riley 15 2:01:55.711
28. 51 DP AIM Autosport Ford Riley 4 8:41.049
29. 77 DP Doran Racing Ford Dallara 0

A proxima etapa da Grand-AM ocorrerá em Setembro nos dias 18-19 no circuito Miller Motorsports Park

ALMS - Etapa de Mosport - Canadá - Qualify


por Sérgio Carvalho



Acabou a pouco tempo a rodada de classificação para a oitava rodada da ALMS no circuito de Mosport, Canadá, como todos puderam assistir pelo link postado no Burnout. Entre os P1 deu o team Highcroft, seguido pelo team De Ferran e a Lola do team Intersport.

Já na classe P2, os Lola-Mazda do team Dyson parece que acertaram o traçado sinuoso de Mosport e ficaram em 1-2, seguidos pelo Acura do team Lowes-Fernandez.

E finalizando, na classe GT2, nada de surpresas, os dois BMWs M3 do team Letterman ficaram fazendo 1-2, seguidos pelo porsche da Lizard em terceiro.

A baixa do dia ficou por conta de uma panca na curva 1 da F-430 do team Risi Competizione com o brasileiro Jaime Melo a bordo ainda no segundo treino livre de hoje, e parece que deu uma bela perda, pois sequer apareceram no line-up para tomada de tempo e devem largar (se largarem) no final do pelotão e tentar uma prova de recuperação, uma pena, pois neste final de semana a F-430 havia conseguido se sobrepor a todos seus adversários na classe GT2, melhorando e muito o ânimo do team Risi.

Abaixo o resultado da classificação para a etapa de Mosport pela ALMS.

1 9 P1 Brabham /Sharp 1:05.323
2 66 P1 de Ferran/Pagenaud 1:05.397
3 20 P2 Leitzinger/M.Franc 1:06.379
4 37 P1 Field/Field 1:06.764
5 16 P2 Dyson/Smith 1:06.853
6 15 P2 Fernandez/Diaz 1:06.944
7 12 P1 McMurry/Burgess 1:10.613
8 19 P2 van der Steur/Peco 1:11.391
9 92 GT2 Mueller /Milner 1:17.528
10 90 GT2 Auberlen /Hand 1:17.657
11 87 GT2 Henzler /Werner 1:17.788
12 4 GT2 Beretta /Gavin 1:17.959
13 3 GT2 Magnussen /O'Conne 1:18.309
14 45 GT2 Bergmeister /Long 1:18.361
15 21 GT2 Farnbacher/James 1:18.778
16 40 GT2 D.Robertson /Murry 1:19.208
17 44 GT2 Law /van Overbeek 1:19.475
18 11 GT2 Feinberg /Hall 1:19.746

F1: Rubinho é o mais leve

E cada corrida deste ano o peso de cada carro terá que ser revelado ao público após cada sessão de classificação, para que o mesmo tenha idéia de como cada piloto começará a corrida.

Confira a abaixo o peso dos carros que participarão do GP da Bélgica. Rubens Barrichello é o mais leve , com 644.5 quilos, enquanto Kazuki Nakajima é o mais pesado de todos, com 706.1 quilos.

Confira a relação abaixo:

Pos. Piloto Equipe Peso (kg)
4. Barrichello Brawn 644.5
1. Fisichella Force India 648.0
7. Glock Toyota 648.5
5. Kubica BMW 649.0
3. Heidfeld BMW 655.0
6. Raikkonen Ferrari 655.0
2. Trulli Toyota 656.5
9. Webber Red Bull 658.0
8. Vettel Red Bull 662.5
10. Rosberg Williams 670.0
11. Sutil Force India 678.5*
13. Alonso Renault 684.4*
16. Buemi Toro Rosso 685.0*
20. Badoer Ferrari 691.5*
12. Hamilton McLaren 693.5*
14. Button Brawn 694.2*
15. Kovalainen McLaren 697.0*
17. Alguersuari Toro Rosso 704.5*
19. Grosjean Renault 704.7*
18. Nakajima Williams 706.1*

GP2: Álvaro Parente de ponta ponta vence o Gp da belgica na GP2

O português Álvaro Parente venceu a primeira prova neste sábado da GP2, em Spa-Francorchamps, na Bélgica. A corrida terminou com a presença do safety-car devido ao acidente de Stefano Coletti. Alvaro Parente largou na pole e venceu de ponta a ponta, Nico Hulkenberg vem em segundo, com Lucas Di Grassi e Diego Nunes na terceira e quarta colocações. Vitaly Petrov conseguiu a 7ª colocação com uma bela ultrapassagem por fora em Kamui Kobayashi. Alberto Valério abandonou a prova após levar uma batida.
Resultado da prova

FiaGT - 6º Rodada - Budapest/Hungria 30/08/09 - Classificação

por Sérgio Carvalho

Acabou a rodada de classificação da série FIA-GT na etapa da Hungria no circuito de Bucarest como todos puderam acompanhar pelo sistema Live Race Coverage posto por mim aqui no Burnout.

O team Sangari Brasil despontou nos treinos e vinha ficando com a pole provisoria, sendo batido nas voltas finais pela MC-12 #2 do team Vitaphone e depois pelo Saleen do team K Plus K #14 e com uma chuva que havia caido poucos minutos até o finalzinho da classificação tudo vinha dando certo para o team brasileiro.

Na classe GT2, Westbrook e seu 911 do team Prospeed ficaram com a pole da classe, seguido por um pelotão de F-430, com Lopez na F-430 da AF Corsa, #51 Mullen #55 team CRS Racing e Bruni #50.

Os resultados da classificação ainda depende da avaliação técnica esportiva da FIA-GT.

Amanhã ocorrerá a prova e há uma pequena previsão de chuva...



Resultado da classificação abaixo:


1 2 MULLER Maserati MC 12 1:41.815
2 14 WENDLINGER Saleen S7 1:41.929
3 8 BERNOLDI Corvette Z06 1:42.166
4 33 PIER GUIDI Maserati MC 12 1:42.375
5 19 MAASSEN Corvette Z06 1:42.563
6 1 BERTOLINI Maserati MC 12 1:42.870
7 4 HEZEMANS Corvette Z06 1:43.255
8 3 LONGIN Corvette Z06 1:43.520
9 18 LACKO Saleen S7 1:44.092
10 11 LEMERET Saleen S7 Twin Turbo 1:44.551
11 112 STUDENIC Saleen S7 1:45.399
12 44 MUTSCH Ford GT (001 PT GT1) 1:45.580
13 40 KUPPENS Ford GT (001 PT GT1) 1:46.545
14 60 WESTBROOK Porsche 911 GT3 RS (997) 1:47.043
15 51 BARBA LOPEZ Ferrari F430 1:47.262
16 55 MULLEN Ferrari F430 1:47.347
17 50 BRUNI Ferrari F430 1:47.405
18 97 RAGGINGER Porsche 911 GT3 RS (997) 1:47.683
19 77 RUBERTI Ferrari F430 1:47.797
20 95 RUSSO Ferrari F430 1:47.866
21 59 SUGDEN Porsche 911 GT3 RS (997) 1:47.884
22 56 KIRKALDY Ferrari F430 1:47.890
23 61 O'YOUNG Porsche 911 GT3 RS (997) 1:48.067
24 78 ROMANINI Ferrari F430 1:50.599

F1: Fisico supreende e conquista a pole em Spa


por Anderson Puiatti
O piloto da Force Indian Giancarlo Fisichella conquistou uma supreendende pole no Gp da Belgica, no circuito de Spa-Francochampis. Fisico ja havia sido o mais rapido no Q1 e Q2. A seu lado esta outro italiano,Jarno Trulli, da Toyota, seguido por Nick Heidfeld (BMW) e o brasileiro Rubens Barrichello (Brawn) e fechando os 5 primeiro Robert Kubica (BMW).

Kimi Raikkonen, da Ferrari foi o sexto, em sétimo esta Timo Glock. A oitava e nona posições ficaram com a dupla da Red Bull, Sebastian Vettel à frente de Mark Webber, qu eteve problemas de motor durante os treinos livres pela manhã, fechando os dez primeiros.

O campeão mundial Lewis Hamilton que dominou os treinos livres,sai em 12º, o líder do campeonato Jenson Button (Brawn) apenas em 14º.

Luca Badoer não desgrudou da ultima posição novamente o que atrapalhou a volta de alguns pilotos. Esta pole de Fisichella veio em boa hora ja que esta sendo sondado para o lucar de Badoer na Ferari. Possivelmente uma pole-position estrategica do Fisico para impressionar a Ferrari.

Confira o grid:

Pos. Piloto Equipe Q1- Q2 -Q3

1. Giancarlo Fisichella Force India 1min45s102 -1min44s667 -1min46s308
2. Jarno Trulli Toyota 1min45s140 -1min44s503- 1min46s395
3. Nick Heidfeld BMW 1min45s566 -1min44s709 -1min46s500
4. Rubens Barrichello Brawn 1min45s237- 1min44s834 -1min46s513
5. Robert Kubica BMW 1min45s655 -1min44s557- 1min46s586
6. Kimi Raikkonen Ferrari 1min45s579 -1min44s953 -1min46s633
7. Timo Glock Toyota 1min45s450 -1min44s877 -1min46s677
8. Sebastian Vettel Red Bull 1min45s372- 1min44s592 -1min46s761
9. Mark Webber Red Bull 1min45s350 -1min44s924 -1min46s788
10. Nico Rosberg Williams 1min45s486 -1min45s047- 1min47s362
11. Adrian Sutil Force India 1min45s239 -1min45s119 -
12. Lewis Hamilton McLaren 1min45s767 -1min45s122 -
13. Fernando Alonso Renault 1min45s707- 1min45s136 -
14. Jenson Button Brawn 1min45s761- 1min45s251 -
15. Heikki Kovalainen McLaren 1min45s705- 1min45s259 -
16. Sebastien Buemi Toro Rosso 1min45s951 - -
17. Jaime Alguersuari Toro Rosso 1min46s032 - -
18. Kazuki Nakajima Williams 1min46s307 - -
19. Romain Grosjean Renault 1min46s359 - -
20. Luca Badoer Ferrari 1min46s957--

Live coverage now






Cobertura ao vivo da classificação aqui... (A SER DEFINIDO)






Cobertura ao vivo da classificação aqui 11:30 (horário brasileiro)

Nova modalidade aqui no Burnout Racing...